Anatomia dos Cosméticos: Água Micelar

A água micelar está em alta! Se antes era um produto mais restrito para estética profissional, hoje está disponível para o grande público. O produto promete limpeza contra as impurezas presentes na pele, mas ao abrir a embalagem, muitas pessoas já me falaram um certo desapontamento, pois na maioria das vezes os produtos dessa categoria são inodoros e incolores.

O que é uma água micelar e como ela funciona.

Tudo começa com os tensoativos, as moléculas possuem duas pontas, uma extremidade hidrofílica (que é atraído para a água), e uma extremidade lipofílica (que é atraída para óleos e gorduras). A extremidade hidrofílica também é conhecida como a “cabeça” e a extremidade lipofílica também é chamada de “cauda”.

Como sabemos o óleo e a água não se misturam, e como tirar produtos oleosos do rosto se usar somente água não limpará efetivamente o rosto. Bem, as moléculas tensoativas podem fazer uma emulsão (composição entre a água e o óleo) oferecendo produtos que possam equilibrar essa composição.

Tensoativos são os componentes fundamentais em sabonetes, shampoos, detergentes e limpadores em geral.

Mas, como essas moléculas de tensoativos agem na água micelar? Uma micela é um conjunto em forma cilíndrica formando um grupo inteiro de moléculas de tensoativos, com esferas hidrofílicas do lado de fora e as caudas lipofílicas na parte de dentro.

Essencialmente, a água micelar são apenas aglomerados de micelas em suspensão em água.

Como é feita a limpeza

Ao aplicar a água micelar num algodão – O algodão é muito parecido com a água – porque é hidrofílico, e coisas hidrofílicas são compatíveis outras coisas hidrofílicas. Então, quando você aplica uma quantidade de água micelar num disco de algodão, a micela se abrirá com a parte hidrofílica aderida no algodão, enquanto a parte lipofílica estará disponível para aderir em fontes de óleo ou graxa presentes na pele.

Ao limpar a superfície da pele, a parte lipofílica vai arrastar a oleosidade e sujidades presentes, quanto mais pesada a maquiagem ou a oleosidade presente na pele, esse processo deverá ser repetido pelo menos duas a três vezes.

 

Algumas questões

Água micelar ou demaquilante qual é o melhor?

Os dois são indicados para a limpeza diária, a água micelar retira maquiagem e outras impurezas presentes na pele, mas por ter tensoativos mais suaves, para produtos mais oleosos, ou com polímeros de fixação, como por exemplo, rímel a prova d’água, o indicado é passar mais de uma vez o produto até a remoção total da maquiagem.

A água micelar é excelente para pessoas com a pele mais sensível – ou que passaram por procedimentos dermatológicos, como peeling – por conter tensoativos suaves e princípios ativos que hidratam e suavizam a pele, geralmente não possuem fragrâncias, álcool ou corantes em sua composição. Li em alguns blogs que um dos argumentos também é que nesse tipo de formulação é mais suave por não conter parabenos, mas o parabeno tendo a função conservante não deixaria o produto mais agressivo, a escolha da não inclusão desse componente tem a ver com a polêmica que esta matéria-prima está envolvida.

Para saber sobre a polêmica dos conservantes clique aqui.

Então isso quer dizer a água micelar é apenas água com sabão?

Essencialmente, sim! A principal diferença entretanto, é que nem todos os tensoativos são iguais – se você já lavou o rosto com uma barra de sabonete, você sabe que os tensoativos podem ser irritantes da pele! Nas águas micelares os tensoativos são suficientemente suaves para serem deixados na pele sem irritação (sem a necessidade de enxágue após a aplicação), mas são eficazes o suficiente para remover a maquiagem e oleosidade excessiva da pele, sem deixar com o aspecto de pele repuxada. Além disso por ser um produto que fica sob a pele, em sua composição os fabricantes adicionam ativos que deixam a pele mais hidratada, como por exemplo: sais minerais e ativos nutrientes e suavizantes. Além dos tensoativos suaves, em algumas versões possuem ingredientes hidratantes, que são indicados para peles secas, e outras com agentes controladores de oleosidade.

Se as micelas estão presentes nos sabonetes e sabões, então é realmente necessário gastar uma pequena fortuna em algo só porque tem um nome de fantasia sofisticado?

Micelas desempenham um papel muito importante em uma série de processos, não  apenas em aplicações de higiene e limpeza, sistemas micelares estão presentes em vários medicamentos, na nanotecnologia, com as mais diversas aplicações. De fato, o uso de micela para limpeza não é nenhuma inovação.

Qual a diferença entre água micelar e água termal?

A principal diferença é que a água termal não tem a mesma performance na remoção de maquiagem e impurezas, sua função é de nutrição e proteção da pele.

Christina Santos

Desde criança sou apaixonada por cosméticos, a brincadeira se tornou algo sério, minha carreira profissional sempre foi dedicada para pesquisa e desenvolvimento de produtos cosméticos. Todo ano aparecem novidades e novas aplicações e sempre busco descobrir algo novo para passar a informação de maneira descomplicada e de fácil compreensão.

13 comentários em “Anatomia dos Cosméticos: Água Micelar

  • Pingback:Beleza em tempos de Crise - Pop versus Hype

  • Pingback:Tenha um plano B, seja revendedora de cosméticos.

  • 01/08/2017 em 17:00
    Permalink

    Desde a primeira vez que eu usei a água micelar, tenho a sensação de que se parece muito aos produtos de limpeza de bebê, tipo Higiapele. Na minha adolescência, cheguei a usar esse produto algumas vezes para limpar a pele. Eu gostava justamente por ser suave e é essa suavidade que gosto na água micelar.

    Resposta
    • 07/08/2017 em 14:48
      Permalink

      Higiapele é ótimo também, só não é recomendado para quem tem a pele mais sensível, pois tem alguns componentes que podem sensibilizar a pele do rosto.

      Resposta
  • 11/10/2017 em 00:28
    Permalink

    Adorei a explicação. O mundo dos cosméticos é superinteressante.

    Resposta
  • 11/10/2017 em 00:31
    Permalink

    Água Micelar é incrível. Uso L’oreal. Limpa sem agredir.

    Resposta
  • 15/04/2018 em 23:19
    Permalink

    Olá!! Gostei da forma como explicou sobre a agua micelar. Tenho pesquisado sobre o assunto pois sou estudante de farmácia e temos uma matéria de cosmetologia. Vc poderia me dizer de onde tirou estas informações? Pode me indicar algum artigo cientifico onde posso pesquisar tb? Me ajudaria bastante.. Parabens pelo site!!! Obrigada pela atenção!!

    Resposta
    • 16/04/2018 em 00:07
      Permalink

      Olá, eu trabalho na área cosmética a muitos anos na pesquisa e desenvolvimento, acho interessante vc buscar informações sobre tecnologia de tensoativos e emulsões, um link interessante pode ser o https://cosmeticaemfoco.com.br/ e qualquer coisa, siga nossa página no facebook, se houver algum dúvida, estou á disposiçnao para ajudar.

      Um abraço,
      Christina

      Resposta
      • 18/04/2018 em 07:50
        Permalink

        Obrigada por responder tão rápido!! Me ajudou bastante. Vou seguir vc no facebook, com certeza😊😊 grande abraço.

        Resposta
  • 17/05/2018 em 08:02
    Permalink

    Olá Christina, ontem algumas maquiadoras começaram a compartilhar de que a água micelar não deveria ser deixada no rosto pois a micela, fica agindo e limpando tudo que você coloca depois dela, exemplo se vou me maquiar limpo a pele com água micelar e depois faço a maquiagem “ela” não deixa que os cosméticos façam o seu efeito esperado. É quando usado para retirar a maquiagem se não lavar o rosto depois causaria acne. Tenho pesquisado, pois gosto de ir na Fonte, de quem estuda, em quem pode falar com segurança científica. Em nenhum lugar achei atestando essa teoria de que não não deveria ser deixada na pele. Poderia me orientar?

    Resposta
    • 18/05/2018 em 15:38
      Permalink

      Olá Caroline!
      Obrigada por ler o post e pela pergunta!

      Então, eu já vi em alguns lugares que não era indicado deixar a água micelar no rosto, mas assim como você não encontrei nenhuma justificativa científica.
      O que a pessoa tem que levar em consideração é que os tensoativos que são incluídos numa formulação de água micelar são super suaves, utilizados inclusive em bebês recém nascidos, por isso a possibilidade de irritação dérmica é muito baixo ou inexistente.
      Além disso nenhuma composição desse tipo de produto tem somente tensoativos (que foi a justificativa das maquiadoras falaram), o produto sempre tem componentes que ajudam na saúde da pele, por exemplo no Bioderma além do tensoativo que arrasta a sujidade tem um componente chamado Rhamnose, além de ser anti envelhecimento, ele tem uma função anti alérgica, justamente para evitar qualquer possibilidade de irritação.
      Outra coisa a quantidade de tensoativo (sabão) que tem num preparado desses é mínima, se comparado com os que tem presentes numa base, então se a pessoa tem tendência a ter alergia, não será devido ao uso da água, em alguns sites (não especializados) recomenda-se lavar o rosto com água após a higienização com água micelar, mas na minha opinião é só precaução.
      Desculpa a resposta longa, se tiver alguma outra questão é só entrar em contato!

      Curta nossa página no FB/cosmethica.br

      Beijos,
      Chris

      Resposta
      • 07/06/2018 em 07:50
        Permalink

        Muito obrigada Christina, posso usar sua resposta para dar base a um post que farei no instagram?

        Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *