O óleo de rícino faz o cabelo crescer mais rápido?

Nós até já postamos que houve um expressivo crescimento das mulheres com cabelos mais curtos, cada vez mais vemos digital influencers, modelos e atrizes com os cabelos mais curtos, e o corte mais solicitado é o long bob, que podemos considerar um meio termo, nem curtíssimo e nem longo.

Mas não adianta, para a maioria dos brasileiros, cabelo bonito são os cabelos longos, (nem vou entrar no assunto se isso é para agradar o parceiro etc, etc) mas de uns tempos pra cá se multiplicarem como gremlins receitas caseiras milagrosas que fazem os cabelos crescerem mais de 10 cm/mês.

Especificamente, muitas receitas, alegam que o óleo de rícino poderia fazer crescer o cabelo ou torná-lo mais resistente. Isso era algo que eu nunca tinha ouvido antes (mesmo após anos e anos trabalhando numa empresa que vendia óleo de rícino para uso cosmético). Depois de uma busca rápida pela internet, descobri que muitos sites alegam isso, mas queria ver se havia alguma evidência clínica para essa afirmação. Então, o objetivo deste post é, encontrar pesquisas sobre o óleo de rícino relacionado com o crescimento do cabelo.

E tudo começou com uma pergunta muito simples: Se o óleo de rícino faz crescer cabelo e cabelos novos e mais fortes, porque tem tanto careca no mundo ainda??

O que é óleo de rícino?

Talvez você não tenha ligado o nome a “pessoa” mas o óleo de rícino é um amigo antigo nosso, o nome popular do rícino é mamona.

Isso mesmo aquela que a gente fazia lutinha na rua, e doía pra caramba!

 

 

E se você foi adolescente/criança no meio dos anos 90 a lembrança de mamona é um pouco diferente, com a banda Mamonas Assassinas. (Na época era bem divertido, hoje não tenho tanta certeza)

 

 

Mas voltando ao assunto:

O óleo de rícino é extraído da semente da mamona. O nome científico da semente é Ricinus Communis, o produto tem sido usado para inúmeras aplicações ao longo dos anos, para aqueles que têm idade suficiente (felizmente eu não sou dessa época), alguns podem se lembrar que era usado como laxante ou uma forma de punição para crianças muito mal comportadas.

Uma coisa engraçada: o nome em inglês do óleo de rícino é castor oil e mais de uma vez li traduções em que chamava o rícino como óleo de castor!

Acho que o castor não curtiu a ideia de virar óleo! 😛

 

Hipótese sobre o crescimento capilar e o óleo de rícino

Embora não ter conseguido encontrar nada definitivo sobre como o óleo de rícino faria crescer o cabelo, alguns sites dizem que ele ajuda a melhorar a circulação dos folículos no couro cabeludo. De fato, o óleo de rícino contém muitas substâncias, como vitaminas e ácidos graxos, em vários sites alegam que promovem o crescimento do cabelo. Sendo que até mostram resultados impressionantes.

Fonte: Site Mulher Sempre Linda

Outra teoria envolve a inibição de um composto tipo hormônio chamado prostaglandina D2 (PGD2). Algumas pesquisas alegam que o couro cabeludo dos homens calvos mostra níveis mais altos de PGD2 do que os homens que não são. Um dos ingredientes do óleo de rícino é chamado ácido ricinoléico.

Pelo menos um estudo observou que o ácido ricinoléico pode inibir PGD2. Em teoria, isso pode significar mais crescimento do cabelo. Atualmente, não há uma pesquisa envolvendo ácido ricinoleico e crescimento do cabelo  em humanos. Veja este estudo de PGD2 e perda de cabelo, para obter maiores informações.

Pesquisas científicas sobre o crescimento capilar com óleo de rícino

A prova real se o óleo de rícino funciona ou não é identificar se houve estudos realizados em humanos – não estudos in vitro ou em animais de laboratório. Para ver se havia algum, procurei na SciELO (Scientific Electronic Library Online) uma biblioteca eletrônica que abrange uma coleção selecionada de periódicos científicos brasileiros estes termos de pesquisa:

  • Castor oil hair (óleo de rícino cabelo)
  • Castor oil baldness (óleo de rícino calvice)
  • Ricinus communis hair (nome botânico cabelo)
  • Ricinus communis baldness (nome botânico calvice)
  • Castor oil PGD2 (óleo de rícino e prostaglandina D2)
  • Ricinus communis PGD2 (nome botânico e prostaglandina D2)

Eu também fiz a mesma pesquisa no Google e verifiquei ClinicalTrials.gov também para ver se já havia sido feito algum teste nesse sentido. Minha esperança era que essas palavras revelassem estudos humanos sobre o crescimento do cabelo que foram publicados em revistas para o grande público.

Infelizmente, não consegui localizar nenhum estudo que mostre o óleo de rícino ajuda no crescimento do cabelo nas pessoas. Eu também olhei para muitos sites dizendo que o óleo de mamona melhorou também a queda de cabelo. Nenhum dos sites que vi mostrou qualquer evidência científica de que isso realmente acontecesse.

Eu também não consegui localizar nenhum estudo em humanos que demonstre que o bloqueio do PGD2 leva ao crescimento do cabelo ou uma diminuição da calvíce.

Eu localizei um estudo observando que o óleo de rícino melhorou o brilho dos cabelos. Em outras palavras, quando a luz atinge o cabelo, parece mais saudável. Poderia este efeito de “ilusão de ótica” desempenhar um papel a percepção de alguns que eles estão crescendo novos cabelos? Pode ser possível que o que as pessoas estão vendo como “cabelo novo” é apenas o óleo que aderiu aos cabelos existentes, tornando-os mais grossos? Estou especulando, é claro.

É importante ressaltar que: a falta de evidências científicas não significa que algo não funcione. Pode ser que o interesse no óleo de rícino que ajuda na perda de cabelo e no crescimento esteja na fase inicial. Vou atualizar este post à medida que aparecerem novas pesquisas.

E nas sobrancelhas funciona?

Em grandes portais, vi vários especialistas exaltando que os benefícios do óleo de rícino podem ajudar a deixar as sobrancelhas e os cílios mais cheios. Pode ser que sim, pode ser que não; tudo o que posso dizer é que não consegui encontrar nenhum estudo clínico que comprovasse isso.

Uso interno: JAMAIS!

Todos os sites que vi recomendam a aplicação tópica de óleo de rícino. Não tome óleo de rícino para ajudar o seu cabelo a crescer. Lembre-se, esse óleo é um laxante potente. Todos os lugares que eu pesquisei a recomendação é a mesma: aplicar uma pequena quantidade de óleo de rícino, massageie o couro cabeludo, deixe por um determinado tempo e enxague.

Qual tipo de óleo de rícino é o melhor?

Sendo que não há estudos clínicos em humanos que comprovem que o óleo de ricino retarda a queda de cabelo ou melhora o crescimento dos fios, não acho que alguém possa fazer um julgamento sobre alguma determinada marca – ou se é prensada a frio, orgânico, etc.

Até que os estudos clínicos em humanos sejam apresentados, as pessoas pode seguir essas opções:

  1. Compre uma marca com procedência reconhecida, que tenham registro na ANVISA e de empresas idôneas.
  2. Comece com marcas de preços mais populares e verifique se funciona.
  3. Eu optaria por uma versão desodorizada (mais cara) porque considero o cheiro desse óleo bem ruim.

Felizmente, a maioria das marcas de óleo de rícino tem um valor bem acessível.

Shampoo ou óleo puro?

Dentre várias receitas, apareceram muitas em que o óleo é misturado com um shampoo clear + pro vitamina B5 + vitamina A e em alguns até café, mas devido ao tempo de contato de lavagem e além de possuir um tensoativo que vai levar o óleo embora, acho que o melhor aplicar o óleo diretamente no cabelo.

Efeitos colaterais do óleo de ricino

Não estou ciente de quaisquer efeitos colaterais negativos ao massagear o couro cabeludo com óleo de rícino. Além de cheirar (muito) mal, parece ser uma produto seguro. A sensibilidade dos produtos difere de pessoa para pessoa, então, se você já tem um histórico alérgico e nunca usou o óleo de rícino antes, recomenda-se fazer um pequeno teste de mecha, aplique uma pequena quantidade atrás da orelha e observe se acontece alguma vermelhidão nos dias seguintes, se ficar vermelho ou coçar provavelmente este produto não pode ser o mais indicado para você.

Se você assistiu Breaking Bad, pode se lembrar que na mamona possui ricina que é um veneno mortal. Embora isso seja verdade, não há ricina no óleo de rícino.

Mas afinal o óleo de rícino funciona?

Não tenho a menor idéia se realmente funciona ou não. Mas várias pessoas alegam que o óleo de rícino está ajudando no crescimento exponencial dos cabelos, entretanto fiquei desapontada por não não encontrar nenhum teste clínico em humano para confirmar ou negar isso. Talvez por ser uma solução boa, bonita e barata e as indústrias perderiam um grande filão de mercado? Talvez … mas de qualquer forma, vou continuar buscando maiores informações sobre este assunto, e assim que aparecer uma informação relevante, atualizarei este post.

Imagem: Site Cura Pela Natureza

Como este artigo mostra, existe alguma relação de que o PGD2 pode levar à queda de cabelo em algumas pessoas. Dado que o ácido ricinoleico – um componente do óleo de rícino – pode bloquear e/ou inibir PGD2, parece provar alguma evidência de seus efeitos. Para saber com certeza, é necessário ser realizado pesquisa em humanos. A boa notícia para aqueles que querem tentar é que o óleo de rícino não é caro e provavelmente não tem efeitos colaterais desagradáveis quando aplicado topicamente.

Quanto tempo leva para a mágica acontecer?

Alguns recomendam o uso de óleo de mamona algumas vezes por semana e deixando-o no couro cabeludo por algumas horas antes de lavá-lo.

Fonte: Youtube/ThalitaPiacentini

Pelo que vi, se vai funcionar, pode demorar vários meses de uso regular antes de notar qualquer crescimento de cabelo…mas lembre-se que o cabelo cresce naturalmente entre 1 a 1,5cm/mês.

Christina Santos

Desde criança sou apaixonada por cosméticos, a brincadeira se tornou algo sério, minha carreira profissional sempre foi dedicada para pesquisa e desenvolvimento de produtos cosméticos.
Todo ano aparecem novidades e novas aplicações e sempre busco descobrir algo novo para passar a informação de maneira descomplicada e de fácil compreensão.

2 comentários em “O óleo de rícino faz o cabelo crescer mais rápido?

  • 25/09/2017 em 12:04
    Permalink

    Muito interessante a postagem. Estava em busca exatamente de artigos que comprovassem o uso do óleo e também não localizei nada.
    Há alguns posts que dizem que também é ótimo para a pele, mas surge uma dúvida: Se ajuda a crescer cabelo, auxilia na questão de sobrancelhas, será que usado no rosto não aumentará também a quantidade de pelos? Ou será que ele ativa algo de acordo com a região do corpo?
    Depois de tanta informação, valeria sim um bom estudo clínico sobre o assunto. Mas, é como você disse, muitas vezes isto não é interessante devido a perda econômica para os fabricantes de outros métodos.

    Resposta
    • 25/09/2017 em 19:23
      Permalink

      Olá Joelma!
      Obrigada por seu comentário!

      Pensando na hipótese que realmente ative o crescimento de pelos, a aplicação do óleo de rícino está relacionada a inibição de um composto tipo hormônio chamado prostaglandina D2 (PGD2), então em ele ativaria em áreas que possuem mais este componente (onde temos tendência a ter mais pelos como sobrancelhas e couro cabeludo. E nos homens onde a ação da testosterona é ativa como barba.

      Apesar de não existir estudos clínicos e uma possível perda econômica dos fabricantes até hoje não vi comprovação de nenhuma fonte, nem das pessoas que falam que realmente cresceu, não se mostra confiável esses resultados, além disso para o crescimento dos fios existem processos fisiológicos que o óleo de rícino por aplicação tópico não é absorvido pela derme, como ainda ninguém comprovou, eu sou descrente que cresça dessa maneira.

      Se você tiver alguma dúvida entre em contato e curta nossa página no Facebook! http://www.facebook.com/cosmethica.br

      Um beijão!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *