5 erros nos cabelos que envelhecem as mulheres

Das leituras destes feriados prolongados, vi uma entrevista com o hairstylist Diego Queiroz que listou os 5 maiores erros a serem evitados para chegar ao cabelo perfeito.

Confesso que me vi no item do cabelo preto… pois é, a gente tende a se manter no que está confortável, mas já percebi que terei que repensar isso aí e encarar um pouco mais de química nos cabelos do que eu gostaria. Como aos 44 não estou pronta para assumir os fios brancos, o jeito é cobrir – mas com estilo!

Vamos às dicas do especialista. Ele indica 5 atitudes comuns e que causam uma impressão de envelhecimento que a gente pode evitar:

Se afastar (muito) da sua cor de fundo natural
Seja cabelo loiro ou castanho, a cor que você tem é perfeita para você e deve ser seu norte quando for colorir os fios: quer fugir do resultado artificial e harmonizar com seu tom de pele? Não se afaste muito de sua cor natural. Ao colorir o cabelo, você deve melhorar e enriquecer a sua cor natural.

“Essa dica vale principalmente para quem possui tons quentes. Mesmo que for fazer uma mudança radical, mantenha sempre os tons dourados, caso contrário você fatalmente ficará com uma aparência envelhecida”.

Pintar o cabelo todo de preto
Um cabelo muito escuro não reflete luz. “Muitas mulheres, a fim de cobrir brancos, acabam aplicando a coloração preta, o que é um erro, pois normalmente ela é azulada e deixa o visual muito pesado. Neste caso, é indicado usar um ou dois tons abaixo do seu, além de balancear, dar dimensão e criar pontos de luz, ou seja, um trabalho de mechas que, bem feito, deixa qualquer mulher mais jovem”.

Platinar demais o cabelo
Isso acontece muitas vezes em mulheres mais claras. Com a idade chegando, é normal optar pela descoloração e mechas como uma opção para cobrir os brancos. O grande problema aí é que algumas clientes perdem a noção de sua ‘loirice’ e acabam pesando a mão, descolorindo demais os fios.

“O ideal é que o seu cabeleireiro te mostre o tom certo de loiro que não deixe seu rosto pálido e sem vida, que pode te dar uma aparência envelhecida tanto quanto um cabelo preto chapado – a parte mais escura deve ser onde suas raízes estão, e as extremidades devem ser mais leves e claras.”

 

Abusar do calor
Toda vez que você abusa das fontes de calor, lá se vai um pouco da umidade e, por consequência, do brilho de seu cabelo – o que acelera o processo de envelhecimento, deixando seus fios opacos e sem vida. Não abuse de chapinha e secador, muito menos do uso das duas ferramentas juntas. E nunca as use sem uma proteção térmica. Sem isso, o risco de fissuras da fibra é muito grande, chegando a ser irreversível.

Não tratar das madeixas
O que é pior do que não cobrir os fios brancos? Ter cabelos extremamente danificados.

A melhor coisa a se fazer é prevenir o desgaste, cuidando da fibra antes de qualquer processo de coloração. Faça tratamentos com proteínas e ativos nutrientes por algumas semanas até que o cabelo adquira um pouco mais de força e vitalidade.

“Com a idade, o cabelo se torna mais fraco e menos resistente, de modo que não se recupera tão facilmente de danos.”

Sam Shiraishi

Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena.
Um breve resumo: jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *