Maquiagem com proteção solar pode ser um agente antienvelhecimento

Usar maquiagens que incluem matérias-primas com proteção solar, pigmentos e refletores UV, podem ajudar a pele a proteger contra os efeitos dos raios UV e poluição.

Cosmecêuticos, ou cosméticos coloridos funcionais – como base, pó, blush, sombra, delineador de olhos, rímel e batom – são o segundo produto anti-envelhecimento mais importante após o protetor solar, de acordo com a pesquisa realizada pelo Dr. Phillip Artemi apresentado no Congresso Científico Anual da Faculdade de Dermatologistas da Australásia em Sydney.

Cosmecêuticos são os cosméticos que contêm ingredientes que são bioativos, ou seja, cuja eficácia foi medida e provada através de vários estudos. Estes possuem propriedades terapêuticas, de combate a doenças ou problemas estéticos. Utilizam ativos cuja interação com o organismo é maior e comprovada e podem ser prescritos em formulações médicas individuais. Servem como uma ponte entre os produtos de cuidados pessoais e farmacêuticos. Por exemplo: Age Defense BB Cream – Clinique

“Agora sabemos que não é apenas a radiação solar, como UVB e UVA, que são ruins para a nossa pele”, disse o Dr. Artemi no congresso.

“O sol também emite radiação infravermelha e luz visível, o que pode levar a danos resultando em pele danificada, com rugas e pigmentação irregular. Além disso, a poluição também, é um fator causador de rugas e envelhecimento da pele e, com o aumento da urbanização, os gases emitidos pelos carros e fábricas  é uma grande toxina para a pele.”

A crença de que não usar maquiagem torna mais saudável a pele, já não é mais válida!

As maquiagens funcionais possuem em sua composição ingredientes que oferecem proteção solar, pigmentos e refletores de radiação solar são agora uma parte vital do regime antienvelhecimento e prevenção de câncer de pele de todas as mulheres.

Lábios e pálpebras atenção redobrada

A área das pálpebras é um local muito comum para o câncer de pele. Isso ocorre pois as pessoas geralmente não aplicam protetor solar por dois motivos: por questões do produto escorrer durante o dia e devido ao ato de piscar que faz com que o produto não se fixe na pele. Além de usar sombras com proteção solar é recomendado o uso de óculos escuros ao sair de casa (mesmo no inverno).

As maquiagens funcionais não só diminuem o envelhecimento, mas também reduzem a incidência de câncer de pele particularmente ao redor dos olhos.

Para os lábios há um aviso para aqueles que preferem gloss ao batom com cobertura total de longa duração: o gloss fornece pouca proteção. Quanto mais escuro e maior duração um batom, melhor será a proteção que oferece.

“Maquiagens com proteção solar como base, sombra de olho e rímel pode reduzir a incidência de câncer de pele ao redor do olho melhor do que o uso de protetor solar sozinho”, disse o Dr. Artemi.

A poluição é a segunda maior causa de envelhecimento da pele do rosto. Entre 2011 e 2016, o mercado cosmético registrou um aumento de 10% no número de produtos de beleza com apelo de “antipoluição”.

Para proteger contra a poluição do ar, o Dr. Artemi recomenda aos consumidores uma rotina de limpeza e hidratação seguida de um protetor solar de amplo espectro e maquiagens com filtro solar.

E para os homens?

Recomenda-se o uso de filtro solar com cores com toque mais seco para todo tipo de pele, além de proteger a pele, uniformiza o tom de pele e tem um efeito muito discreto. Ada Tina Biosole BB Cream FPS30 Miele – Protetor Facial com Cor 40ml

No Brasil e na Austrália proteção solar é assunto sério!

Carcinoma basocelular (CBC) ou basalioma é um dos tipos de câncer mais comuns do mundo, especialmente entre pessoas de pele clara em países tropicais ou subtropicais que passam muito tempo expostas ao sol, sem proteção.

Lento e pouco agressivo, raramente sofre metástase, mas tem um grande potencial de destruição local, podendo causar graves problemas estéticos e funcionais.

É o câncer mais comum em países tropicais com muita população de pele clara como Austrália e Brasil.

Todos os anos, na Austrália, 80% dos novos diagnósticos de câncer são de pele. E 95-99% desses casos são causados por exposição ao sol. A incidência de melanoma, a forma mais séria de câncer de pele, é uma das mais altas do mundo.

De acordo com o INCA, estimativa para o Brasil, o biênio 2016-2017, aponta a ocorrência de cerca de 180 mil casos novos de câncer de pele não melanoma.

Para saber mais, leia nosso arquivo de proteção solar.

O estudo do Dr, Philip Artemi está disponivel em: Make-up stops Skin Ageing.

Christina Santos

Desde criança sou apaixonada por cosméticos, a brincadeira se tornou algo sério, minha carreira profissional sempre foi dedicada para pesquisa e desenvolvimento de produtos cosméticos.
Todo ano aparecem novidades e novas aplicações e sempre busco descobrir algo novo para passar a informação de maneira descomplicada e de fácil compreensão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *