Proteção UVA muito mais importante do que se imagina!

O FPS (Fator de Proteção Solar) nós já estamos habituados ver nas embalagens de protetores solares, você já notou que em alguns já aparece a sigla PPD? Sabe o que isso significa?

Você sabia que o FPS só protege contra os raios UVB?  Para uma proteção solar eficaz é necessário que produto tenha proteção UVA.

FPS – Proteção UVB

O que isso significa: Fator de proteção solar.

O que faz para a sua pele: O FPS é usado para evitar os raios UVB irradiados pelo sol. UVB é o que causa queimaduras solares. A pele humana pode ser exposta à luz solar sem ser prejudicada até certo ponto, o que chamamos de DEM (Dose Eritematosa Mínima). Este é o limiar de queimaduras solares. O uso de protetores solares com FPS aumenta esse limite de tempo, evitando assim que sua pele fique avermelhada e queimada.

Como funciona: o FPS é testado em um painel de 10 a 15 pessoas (dependendo do país e protocolo escolhido) e se compara quanto tempo leva para UVB causar vermelhidão na pele. Portanto, um FPS 30 significa que, se demora 10 minutos para que a vermelhidão apareça em uma pele desprotegida, levará aproximadamente 30 vezes para que os mesmos sintomas aparecem na pele se eles estiverem usando o FPS 30 corretamente.

Saiba como os filtros solares funcionam, clicando aqui.

Absorção de UVB

Então, agora sabemos que um índice de FPS mais alto significa mais tempo de exposição solar. Veja quanto cada FPS absorve da radiação solar:

  • FPS 8 – Absorve 87,5%
  • FPS 10 – Absorve 90%
  • FPS 16 – Absorve 93,6%
  • FPS 20 – Absorve 95%
  • FPS 25 – Absorve  95,7%
  • FPS 32 – Absorve 96,9%
  • FPS 45 – Absorve 97,8%
  • FPS 65 – Absorve 98,4%

OBS1: Absorção apenas dos raios UVB
OBS2: Nenhum protetor solar bloqueia completamente a radiação UVB

Leia mais sobre absorção de Vitamina D e proteção solar, clicando aqui.

UVA

O que significa: Ultra Violeta A.
Mais sobre UVA: FPS foi desenvolvido em um momento em que não entendíamos completamente como outras formas de energia ultravioleta eram prejudiciais para a nossa pele. UVA compõe a maioria da energia UV que vem do sol, e apenas recentemente percebemos o quão ruim pode ser os raios UVA são para nossa pele.
O que isso faz para sua pele: a energia UVA não causa tanto vermelhidão ou queimaduras solares, mas danifica os genes da nossa pele, o que leva a mutações e nos piores casos, câncer. Para a nossa beleza, acelera o envelhecimento da pele (olá rugas e linhas de expressão) e também pode causar hiperpigmentação.

A radiação UVA, que representa a maioria dos raios do sol, penetra nos níveis mais profundos da pele e está presente durante todo o dia, mesmo em dias nublados.

Como proteger sua pele contra o UVA: Atualmente, existem melhores filtros solares que protegem contra a energia UVA e existem testes que foram desenvolvidos para criar um “fator de proteção” para UVA.

A proteção UVA é primordial pois os raios UVA causam envelhecimento precoce, propensão a alergias de pele as rugas, melasmas e PIH na pele, e o tão temido câncer de pele são todos o resultado da exposição UVA.

PIH – hiperpigmentação pós-inflamatória, geralmente conhecida como hiperpigmentação causada por inflamação, é um tipo de hiperpigmentação que pode afetar o rosto e corpo. Ela geralmente surge como uma resposta à inflamação, tal como acne, dermatite atópica, psoríase, ou lesão

Leia mais sobre Melasma, clicando aqui.

Infelizmente, a padronização da proteção UVA não é globalizada como o FPS, então há alguns métodos diferentes que são usados ​​em todo o mundo – e prepare-se, aqui vem mais siglas …

PPD

O que significa: PPD é uma abreviação do inglês de “Persistent Pigment Darkening”, que em livre tradução seria “Escurecimento Persistente do Pigmento”, tem um papel diferente. O PPD é usado na prevenção de raios UVA.

Como funciona: usado na Ásia, Europa e Brasil, esse sistema é semelhante ao que aprendeu aqui já sobre o FPS. Com a principal diferença de que aqui estamos falando sobre exposição UVA e não UVB. O PPD é testado em um painel de pessoas expostas à luz UVA. Todos eles são analisados ​​sobre o tempo necessário para que sua pele bronzeie e compare os resultados entre a pele desprotegida e protegida. Assim, um PPD de 10 significa que demorará cerca de 10 vezes mais para que sua pele bronzeie, em comparação com se ele estava desprotegido.

Para se ter uma noção de como a exigência da proteção UVA é relativamente nova, foi somente a partir de 2014 que a ANVISA começou exigir a exibição do PPD nos rótulos dos protetores solares.

Star Rating

Criada por uma rede de farmácias do Reino Unido (Boots) o sistema de classificação vai de 3 a 5 estrelas para proteção UVA. O UVA não é medido exatamente da mesma forma que o fator de proteção UVA no teste da União Européia, mas segue largamente o mesmo procedimento, parte do fato de que seus testes dão uma melhor indicação de proteção UVA e estabilidade de proteção quando o produto é aplicado. Para uma classificação de 5 estrelas, o nível de proteção UVA é realmente maior do que as diretrizes padrão da UE.

★           Proteção UVA Mínima/Baixa.

★★     Proteção UVA Moderada/Média.

★★★    Proteção UVA Boa/Alta.

★★★★  Proteção UVA Superior/ Muito Alta. É a mais alta disponível em protetores comerciais.

★★★★★Proteção UVA Ultra. Disponível apenas sob prescrição médica.

PA +++

A medida da proteção UVA está baseada no método PPD e é encontrada mais comumente na Ásia.
As faixas de PA vão de:

PA+  Proteção de 2 a 4 horas contra radiação UVA. Equivale ao PPD menor que 4.

PA++ Proteção de 4 a 8 horas contra radiação UVA. Equivale ao PPD entre 4 e 8.

PA+++ Proteção de mais de 8 horas contra radiação UVA. Equivale ao PPD maior que 8.

PA ++++ Equivale a um PPD maior que 16.

Quanto mais símbolos de +, maior a será proteção.

UVA (em um círculo)

Método criado pela Colipa (Industria Europeia de cosméticos, perfumaria e higiene pessoal). Amplamente usado na Europa que significa que o creme oferece proteção UVA em proporção ao FPS (ou seja, atende ao requisito de “amplo espectro”), às vezes chamado de equivalência FPS. O fator de proteção UVA específico geralmente não está indicado, mas deve ser um mínimo de 370nm.

Amplo espectro (Broad Spectrum)

A promessa de “amplo espectro” significa que o creme oferece proteção contra ambos os tipos de luz UV (UVA e UVB). No entanto, este termo às vezes é usado de forma bastante genérica e nem sempre garante proteção suficiente ou diz o quão bem o usuário está sendo protegido.

Dependendo se um protetor solar é regulamentado nos EUA (FDA) ou no Reino Unido (União Européia), o “amplo espectro” pode significar coisas diferentes.

De acordo com o EWG, os regulamentos da FDA (EUA) são falhos, permitindo que quase todos os protetores solares já disponíveis no mercado dos EUA reivindiquem proteção de “amplo espectro” e até que a FDA aperte suas regras, os americanos continuarão a usar produtos inferiores aos europeus.

Se o creme for:

Fabricado nos EUA:

O comprimento de onda crítico do produto (comprimento de onda UV em que 90% da luz UVA está bloqueada) está acima de 370nm, é classificado como amplo espectro. Nos últimos anos, os EUA adotaram o regulamento de equivalência FPS, o que significa que a proteção UVA do creme deve ser proporcional ao valor FPS.

Fabricado na Europa:

O “espectro amplo” significa que o fator UVA do creme é pelo menos 1/3 do fator UVB (isto é, o FPS). Isto é baseado na evidência de que o dano biológico à pele pode ser prevenido e reduzido se a proporção do fator de proteção medido no teste persistente de escurecimento de pigmento. As diretrizes da UE também sugerem ter um comprimento de onda crítico de pelo menos 370nm.

A definição europeia de “amplo espectro” é considerada mais rigorosa do que a dos EUA por causa do número de testes que o produto passa, incluindo o método internacional de teste de fator de proteção solar, o método de escurecimento de pigmento persistente e o teste crítico de comprimento de onda.

Fabricado no Brasil:

Todos os produtos que vejo disponíveis no Brasil com o apelo de “amplo espectro” seguem as normas da União Européia, o fator de proteção UVA é um terço do fator de proteção dos raios UVB (se você já viu algo diferente, me avise nos comentários).

 

Christina Santos

Desde criança sou apaixonada por cosméticos, a brincadeira se tornou algo sério, minha carreira profissional sempre foi dedicada para pesquisa e desenvolvimento de produtos cosméticos. Todo ano aparecem novidades e novas aplicações e sempre busco descobrir algo novo para passar a informação de maneira descomplicada e de fácil compreensão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *