“Beauty Boys” maquiagens sem gênero

“Garotos com maquiagem são garotos com maquiagem.” Essa foi a explicação dada por James Charles para o New York Times para mostrar o que é ser um “Beauty Boy”, os rapazes são influenciadores digitais e fazem muito sucesso com tutoriais de maquiagens nas redes sociais. O sucesso é tanto que alguns deles já assinaram com as marcas de cosméticos e são embaixadores de várias marcas de maquiagem.

O próprio James Charles, por exemplo, tornou-se o primeiro coverboy marca americana de CoverGirl.

Com apenas 17 anos, James Charles fez história quando fui nomeado como o primeiro embaixador do sexo masculino para CoverGirl.

O jovem estudante recebeu o convite, um ano após começar a fazer tutoriais de maquiagem em seu perfil no Instagram. Desde então, sua vida se tornou um turbilhão. “Este é, de longe, o ano mais louco de minha vida”, disse a ABC News. “Mas eu estou amando cada segundo disso.” Ele continua:”Eu acho que realmente ter um embaixador do sexo masculino dá mais um passo para a inclusão, a maquiagem está se tornando cada vez mais um produto sem gênero, e por é tão legal participar dessa revolução.”

Seguindo os passos da CoverGirl, a Maybelline lançou na campanha com a sua primeira estrela masculina, o influenciador digital e youtuber Manny Gutierrez, para promover a campanha da sua nova máscara de cílios, a Big Shot.

Conhecido como Manny Mua, o youtuber com quase 4 milhões de seguidores em seu canal, no qual compartilha tutoriais de beleza, afirma acreditar que “maquiagem não tem gênero e nem regras”.

Ru Paul, o pioneiro

Tanto CoverGirl como Maybelline não são pioneiras em ter embaixadores em suas marcas, a Drag mais famosa do mundo, Ru Paul foi o primeiro rosto dos bâtons Viva Glam, em 1994.

Toda a renda obtida pela linha Viva Glam é revertido para cerca de 550 instituições no mundo inteiro que cuidam de homens, mulheres e crianças portadores do vírus da AIDS.

Viva é celebração e vida. Glam é glamour. Desde 1994 a marca introduziu o Viva Glam no universo da beleza e, de tempos em tempos, lança uma nova cor.

Mas essa linha é voltada para uma causa específica o que esses homens fazem atualmente são produtos para todas as pessoas sem necessariamente ser algo relacionado com ativismo.

Eles possuem muito seguidores em suas redes sociais, tornando-os ideais para que as marcas possam expandir seus produtos para os homens, além dos dos produtos pós-barba clássicos ou gel para cabelo “Até alguns anos atrás não era normal ver homens maquiagem.” Diz Manny Mua.

Pabllo Vittar, o fenômeno brasileiro

Em junho passado a Avon Brasil, relançou a marca Color Trend e uma das estrelas da campanha é o cantor Pabllo Vittar, além de filme publicitário, juntamente com outras duas cantoras Iza e Mariana Mello, estampam toda a publicidade chamada ‘E aí, tá pronta?’, incluindo o folheto de vendas. Esta é a primeira vez que uma drag queen estampa as páginas da revista da marca.

Maior visibilidade através das redes sociais

O mundo em que vivemos hoje aceita mais individualidade. Agora, as pessoas são encorajadas a ser quem elas querem ser, e isso é muito positivo. Parte dessa mudança, de acordo com próprios “beauty boys”, aconteceu devido as redes sociais, que lhes deram a liberdade de expressar-se através de maquiagem, algo que não teria coragem de fazer sem esta vitrine virtual.

Christina Santos

Desde criança sou apaixonada por cosméticos, a brincadeira se tornou algo sério, minha carreira profissional sempre foi dedicada para pesquisa e desenvolvimento de produtos cosméticos.
Todo ano aparecem novidades e novas aplicações e sempre busco descobrir algo novo para passar a informação de maneira descomplicada e de fácil compreensão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *