Máscara de Marquardt – A máscara da beleza

Muito se diz que a beleza está nos olhos de quem vê e que a beleza varia de raça, cultura ou era. A evidência, entretanto, mostra que nossa percepção da beleza física está conectada a nosso ser e baseada em quão de perto as características do rosto refletem phi em suas proporções.

Máscara de Marquartd

Stephen Marquardt, um cirurgião plástico estadudinense, estudou beleza humana por anos em sua prática de cirurgia oral e maxilo-facial e quantificou a atratividade facial, a partir do conceito da proporção áurea. Ele elaborou esse conceito usando de matemática, computadores e bases de dados maciças de rostos “atraentes” e descobriu que todos os grupos tinham as mesmas percepções de beleza facial. 

Proporção áurea, número de ouro, número áureo, secção áurea, proporção de ouro é uma constante real algébrica irracional denotada pela letra grega \phi (PHI), em homenagem ao escultor Phideas (Fídias), que a teria utilizado para conceber o Parthenon, e com o valor arredondado a três casas decimais de 1,618.

Através de sua pesquisa, ele descobriu que a beleza não está apenas relacionada ao phi, mas pode ser definida para ambos os sexos e para todas as raças, culturas e eras com a máscara de beleza que ele desenvolveu e patenteou. Esta máscara usa o pentágono e o decágono como sua base, que incorporam a phi em todas as suas dimensões.

As versões femininas e masculina (em vermelho) da Máscara de Beleza Marquardt são ilustradas abaixo:

Achou parcial? Eurocêntrico?

Apesar de ser um modelo matemático, o instituto Marquardt está desenvolvendo outras máscaras separadas por etnias e idades, pois esta é um das reclamações dos profissionais da área.

Aplicação na maquiagem

A máscara de Marquardt é muito utilizada por maquiadores para fazer a técnica de sombra e iluminação, que serve para destacar ou retrair alguma parte do rosto com o uso da maquiagem. Essa técnica tem sido chamada popularmente de técnica Kardashian, pois a socialite Kim Kardashian postou em sua rede social uma foto em que seu maquiador utiliza essa técnica de contorno e iluminação e a partir disso várias pessoas passaram a conhecer esse truque de maquiagem.

 

Basicamente é um jogo de luz e sombra onde se utiliza para o contorno, cores mais escuros em 2 ou 3 tons da cor da pele para obter o efeito de profundidade. E para iluminar costuma-se usar de 1 á 2 tons mais claros do que a cor natural da pele onde se quer destacar.

Como fazer

Já existem aplicativos disponíveis para que possam ser aplicados em nosso próprio rosto e delimitar quais áreas do rosto serão iluminadas, como a Golden Ratio Face.

Mas não se esqueça

Cada rosto tem sua beleza e sua particularidade, essa máscara serve para harmonizar o rosto, durante a maquiagem é necessário respeitar os traços naturais e nunca generalizar na técnica que será aplicada. Cada caso é um caso!

O mais importante é se sentir bem, aderindo ou não à ferramentas e técnicas que existem, lembre-se que elas estão aí para utilizarmos se quisermos, pois a beleza é um conceito subjetivo.

 

Christina Santos

Christina Santos, engenheira química, com mais de 15 anos de vivência na indústria química voltada para pesquisa e desenvolvimento de produtos cosméticos. Desde criança sou apaixonada por maquiagens e cosméticos em geral, por isso leio e pesquiso muito para ter informações baseadas com embasamento científico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *